Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/21111
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSilva, Dayane Gomes da-
dc.date.accessioned2019-11-13T13:56:23Z-
dc.date.available2019-11-13T13:56:23Z-
dc.date.issued2019-06-19-
dc.identifier.urihttp://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/21111-
dc.descriptionDescription (Modelo agroecologia): SILVA, Dayane Gomes da. Tratamento de sementes de amendoim com pó de caulim sobre tribolium castaneum (coleoptera: tenebrionidade). 34p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) – Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências Agrárias e Ambientais, 2019. [Artigo]pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Entomologia da Embrapa Algodão e teve por objetivo avaliar a repelência e eficiência de sementes de amendoim do cultivar BR1 tratadas com caulim sobre Tribolium castaneum (Coleoptera: Tenebrionidae). Para o bioensaio de repelência do caulim trinta 30 insetos adultos por repetição foram avaliados após 24 horas de inanição. Sementes tratadas nas concentrações a 1, 2, 3, 4 e 5% e não tratadas, foram colocadas em dispositivo para estudo da repelência do caulim sobre T. castaneum e avaliados após 24 horas. Para a análise do Índice de Repelência (IR), foi utilizada a fórmula IR=2G/(G+P), onde G = % de insetos nas sementes tratadas e P = % de insetos na Testemunha. Para análise estatística dos dados, foi utilizado o teste de Qui-quadrado (p>0,05). Para o bioensaio da eficiência do caulim, foram utilizados 120 insetos adultos por tratamento. As avaliações foram feitas a intervalos de dois dias até o 15º dia. As variáveis analisadas foram o número de insetos mortos e de sementes perfuradas. Os tratamentos estudados foram as concentrações de caulim (1, 2, 3, 4 e 5%) e uma Testemunha (0%), com quatro repetições. Foram avaliados a mortalidade cumulativa e o percentual de sementes perfuradas. A Eficiência (E%) foi calculada pelo método de Abbott (1925). Em função dos resultados obtidos, concluiu-se que o caulim apresentou ação repelente sobre T. castaneum para todas as concentrações avaliadas. Os danos variaram de 8,59 a 12,50% nos tratamentos com caulim e de 17,19% na Testemunha. O caulim não foi eficiente em proteger as sementes de amendoim contra o ataque de T. castaneum, nem inibiu a capacidade dos insetos em causar injúriaspt_BR
dc.description.sponsorshipElida Barbosa Correiapt_BR
dc.language.isootherpt_BR
dc.subjectTratamento de sementespt_BR
dc.subjectFilme de partículaspt_BR
dc.subjectRepelênciapt_BR
dc.subjectEficiênciapt_BR
dc.titleTratamento de sementes de amendoim com pó de caulim sobre tribolium castaneum (coleoptera: tenebrionidade)pt_BR
dc.typeOtherpt_BR
Aparece nas coleções:60 - TCC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dayane Gomes da Silva.pdfDayane Gomes da Silva.pdf828.47 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.