Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/21240
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSilva, João Paulo da-
dc.date.accessioned2019-12-04T12:55:37Z-
dc.date.available2019-12-04T12:55:37Z-
dc.date.issued2018-12-05-
dc.identifier.otherCDD 333.91-
dc.identifier.urihttp://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/21240-
dc.descriptionSILVA, J. P. da. Espectro de luz e fitormônio na fotomorfogênese e consumo de água por estacas de romã.. 26p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) – Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências Agrárias e Ambientais, 2018. [Artigo]pt_BR
dc.description.abstractAvaliar a influência de variações do espectro de luz e de concentrações de fitormônios obtidos de extrato aquoso de tubérculos de tiririca na fotomorfogênese e consumo de água por estacas de romã e mudanças microclimáticas ambientais. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x4, com três repetições. Os fatores consistiram de quatro concentrações de fitormônios exógenos (0, 25, 50 e 100%) obtidos de extrato aquoso de tubérculos de tiririca e quatro condições de luminosidade (luz branca, azul, vermelha e vermelho extremo). A pesquisa foi realizada entre os meses de agosto e novembro de 2018, no Laboratório de Fitopatologia e em ambiente protegido pertencentes ao Centro de Ciências Agrárias e Ambientais da Universidade Estadual da Paraíba. Estacas semilenhosas de romã tiveram as bases imersas em soluções contendo fitormônios por 10 segundos, posteriormente as estacas foram plantadas em sacos de polietileno com capacidade 1 dm3. Os sacos foram transferidos para ambientes protegidos com condições de luminosidade correspondentes ao espectro com luz branca, azul, vermelha e vermelho extremo. Semanalmente eram realizadas observações para determinação do número de brotação. Transcorridos 60 dias após o plantio, foi realizada avaliação do número de raízes. Durante a condução do experimento, os ambientes foram monitorados para determinação da iluminância, temperatura média do ar, umidade relativa do ar, temperatura média do solo e consumo de água evapotranspirada pelas estacas. Transcorridos 16 dias após o plantio, foram verificadas brotações nas estacas conduzidas sob luz branca e azul com aplicação de fitormônios nas concentrações. Todas as variáveis microclimáticas analisadas foram influenciadas pelas condições de luminosidade, enquanto que os fitormônios não influenciaram estas variáveis. Variações do espectro de luz e de concentrações de fitormônios obtidos de extrato aquoso de tubérculos de tiririca influenciam a fotomorfogênese e consumo de água por estacas de romã e promovem mudanças microclimáticas nos ambientes protegidospt_BR
dc.description.sponsorshipRener Luciano de Souza Ferrazpt_BR
dc.language.isootherpt_BR
dc.subjectPunica granatumpt_BR
dc.subjectQualidade de luzpt_BR
dc.subjectTemperaturapt_BR
dc.subjectUmidade relativapt_BR
dc.titleEspectro de luz e fitormônio na fotomorfogênese e consumo de água por estacas de romãpt_BR
dc.typeOtherpt_BR
Aparece nas coleções:60 - TCC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC - João Paulo da Silva.pdfJoão Paulo da Silva.pdf561.21 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.