Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/22489
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorAlencar, Hirlem Nascimento de-
dc.date.accessioned2020-11-30T19:23:27Z-
dc.date.available2020-11-30T19:23:27Z-
dc.date.issued2020-10-27-
dc.identifier.urihttp://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/22489-
dc.descriptionALENCAR, H. N. de. Racionalização da prova: uma proposta de sistematização dos standards probatórios no Direito Processual Civil brasileiro. 2020. 65f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Prática Judicante) - Universidade Estadual da Paraíba, João Pessoa, 2020. [Monografia]pt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho conclusivo de curso teve por objetivo geral analisar a propositura de uma sistematização dos standards probatórios no direito processual civil brasileiro. Para tanto, delineou a seguinte assertiva hipotética: É possível se falar na existência de um regime de “standards” probatórios no processo civil brasileiro. A fim de atingir essa constatação, lançou-se a uma pesquisa de natureza básica, com abordagem qualitativa, de objetivo-metodológico explicativa e de procedimentos técnicos do tipo bibliográfico, com essência descritiva-exploratória, amparada em revisão sistemática. Para validar positivamente a hipótese em estudo, é sistematizado um modelo de valoração probatória à luz de fundamentos de uma decisão judicial. A relevância científica, que justifica a importância do estudo, se alicerça na contribuição teórica e propositiva que ampara a literatura jurídica na possibilidade de futuros estudos que se firme nas áreas do direito processual civil, bem como, na viabilidade escudeira de guiar futuros leitores do presente estudo, a balizar considerações e competência de interpretação da lei e de tomadas de decisões no espectro jurídico. Foi conclusivo que é possível, e deve ser incentivado, a sistematização de um regime de standards probatórios no processo civil brasileiro como medida contensória do controle do juízo valorativo, a partir da propositura de soluções aos problemas metodológicos e de racionalidade enfrentados por aqueles que tem a competência de interpretar a lei e tomar decisões no âmbito jurídico. Restou também conclusiva a importância de se categorizar os standards probatórios para melhor compreensão de sua aplicabilidade conforme o contexto fático concreto e âmbito jurídico representativo, levando-se em consideração que um mesmo fato pode repercutir nas esferas civil ou penal, devendo, assim, ter dimensionamento distinto quanto o grau de convicção ensejado para a condenação específica, nas duas órbitas jurídicas. Foi possível também concluir, perquirindo-se a jurisprudência pátria, pela possibilidade e viabilidade da redução dos módulos de provas, para casos específicos como os da relação de consumo, para garantir o direito do hipossuficiente, demonstrando-se possível, nestes casos, a redução probatória, passando-se a decidir com base num juízo de verossimilhança.pt_BR
dc.description.sponsorshipProf. Me. Manuel Maria Antunes de Melopt_BR
dc.language.isootherpt_BR
dc.subjectCritérios de racionalização da provapt_BR
dc.subjectSistematização dos standards probatóriospt_BR
dc.subjectDireito Processual Civilpt_BR
dc.titleRacionalização da prova: uma proposta de sistematização dos standards probatórios no Direito Processual Civil brasileiropt_BR
dc.typeOtherpt_BR
Aparece nas coleções:V - EPJ - Monografias

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Hirlem - Monografia Esma -PDFA.pdfHirlem - Monografia Esma - PDFA897.11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Termo de Depósito.pdfTermo de Depósito71.56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.