Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/22440
Título: Ensino bilíngue e desenvolvimento cognitivo: uma revisão bibliográfica
Autor(es): Rangel, Ingrid Eneide Gonçalves
Palavras-chave: Bilinguismo
Ensino de língua
Habilidades cognitivas
Globalização
Data do documento: 9-Nov-2020
Resumo: O bilinguismo, hodiernamente, está crescendo ao redor do mundo devido à globalização, que torna a comunicação entre diferentes países, línguas e culturas um fenômeno não apenas comum, como necessário. O ensino regular de línguas estrangeiras no Brasil ainda não é capaz de proporcionar níveis de fluência aos seus alunos por não ocupar espaço e tempo suficiente nas práticas curriculares das escolas de Educação Básica. Nesse contexto, inferimos que escolas públicas bilíngues são um passo importante para o desenvolvimento social, cultural e cognitivo das crianças que tiverem acesso a esse tipo de aprendizado. Nesta revisão bibliográfica propõe-se uma análise dos conceitos de Ensino Bilíngue e de Bilinguismo, Aquisição da Linguagem e Benefícios do Bilinguismo, para, a partir disso, construir uma visão panorâmica do ensino bilíngue no Brasil e, assim, verificar como esse tipo de ensino pode auxiliar no desenvolvimento cognitivo e social dos alunos. Ao reunir informações de dez estudos realizados em escolas bilíngues do país, o trabalho tinha o objetivo geral de investigar de que maneira a teoria discutida está relacionada ao contexto do ensino bilíngue no Brasil e, os objetivos específicos, que pretendiam: averiguar como os modelos de ensino bilíngue no Brasil estão sendo desenvolvidos e estudados; investigar quais são os desafios enfrentados por essas escolas e famílias; compreender qual caminho está sendo trilhado pelo ensino bilíngue no país; e analisar como os benefícios cognitivos e sociais estão sendo gerados nas mais diversas escolas bilíngues do Brasil. Com isso, a investigação teve a finalidade de comprovar a hipótese de que os alunos inseridos no contexto bilíngue são capazes de desenvolver habilidades cognitivas e sociais mais fácil e rapidamente que em uma experiência monolíngue. Por essa razão, as escolas bilíngues seriam consideradas como a opção mais eficiente para o progresso intelectual e socioeconômico dos estudantes brasileiros.
Descrição: RANGEL, I. E. G. Ensino bilíngue e desenvolvimento cognitivo: uma revisão bibliográfica. 2020. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Inglês).- Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2020.
URI: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/22440
Aparece nas coleções:23 - TCC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TERMO DE DEPÓSITO - INGRID (1).pdf5.16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
TCC - INGRID RANGEL - final (folha de assinaturas) (1).pdf431.63 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.